CONTABILIDADE PARA E-COMMERCE: 5 COISAS QUE VOCÊ PRECISA SABER

Um negócio online também possui obrigações legais e fiscais. Afinal, ele deve ser formalizado e cumprir certas etapas para ser reconhecido profissionalmente.

Separamos 5 dicas fundamentais sobre contabilidade para e-commerce:

𝟏𝐑𝐞𝐠𝐮𝐥𝐚𝐫𝐢𝐳𝐞 𝐬𝐞𝐮 𝐞𝐜𝐨𝐦𝐦𝐞𝐫𝐜𝐞
Sua contabilidade começa no momento da abertura e registro do CNPJ da empresa. Além de passar mais credibilidade e profissionalismo, o CNPJ possibilita a emissão de notas fiscais, o acesso a financiamentos e empréstimos diferenciados e com juros mais atrativos e a compra de produtos no atacado ou de forma facilitada, direto com fornecedores.

𝟐𝐄𝐬𝐜𝐨𝐥𝐡𝐚 𝐨 𝐫𝐞𝐠𝐢𝐦𝐞 𝐭𝐫𝐢𝐛𝐮𝐭á𝐫𝐢𝐨 𝐢𝐝𝐞𝐚𝐥
Existem 4 formas de se cadastrar como pessoa jurídica no Brasil. Lucro Presumido e Lucro Real são alternativas para empresas que faturam até R$ 78 milhões por ano ou mais, respectivamente. Mas geralmente os e-commerces de pequeno e médio porte se enquadram nas categorias do MEI ou do Simples Nacional.

𝟑𝐀𝐭𝐮𝐚𝐥𝐢𝐳𝐞 𝐚𝐬 𝐜𝐨𝐧𝐟𝐢𝐠𝐮𝐫𝐚çõ𝐞𝐬 𝐝𝐞 𝐭𝐚𝐱𝐚𝐬
Cada localidade apresenta taxas de impostos diferenciadas. Se você decidir crescer e internacionalizar o seu negócio, estude essas cobranças e decida quais serão as regiões que a sua loja atenderá.

𝟒𝐂𝐨𝐧𝐡𝐞ç𝐚 𝐬𝐞𝐮 𝐥𝐮𝐜𝐫𝐨
Acompanhar a movimentação financeira do seu negócio virtual, sabendo como o dinheiro está sendo gasto e qual é a sua rentabilidade, é crucial para a longevidade do empreendimento.

𝟓𝐏𝐥𝐚𝐧𝐞𝐣𝐞𝐬𝐞 𝐩𝐚𝐫𝐚 𝐨𝐬 𝐩𝐞𝐫í𝐨𝐝𝐨𝐬 𝐝𝐞 𝐭𝐫𝐢𝐛𝐮𝐭𝐚çã𝐨
Preparar, organizar recibos e se informar sobre os prazos para entrega de documentos e pagamentos é uma ótima prática, pois na pressa qualquer erro pode acarretar em problemas maiores no futuro ou mesmo pagamento de altas multas.

Se manter informado sobre contabilidade para e-commerce é fundamental para a gestão do seu negócio.

#Contabilidade #ServiçosContábeis #PortalContabilidade #Contábil #EscritórioContábil #Impostos #Qualidade #Serviços #Contmax #ContmaxServiçosContábeis #Palmital #Assis #IRT #DIRT #imposto #FGTS #dúvidas #dinheiro #financeiro #empresários #empresas #microempreendedor #fluxodecaixa #estoque #administraçãodecondominos #auditoria #consultoria #perícia #novidades #administração